Ricardo Oliveira

Escritor, Poeta, Cientista da Religião, Professor e Colunista

Textos

Névoa Matinal

Entro no tempo incomum,
Diante da névoa Matinal,
Cuja paz circula,
E a vida encontra o amor.
Não dá para negar que,
O coração busque amar,
Mesmo se estiver longe.
A sombra lança algo misterioso,
Quanto mais próximo,
Mais místico se torna.
Entretanto, convenço nas últimas horas,
O quanto não sou nada, além de areia no mar,
Por isso, a poesia instiga meus sentidos.
Nisso, vou sendo levado a ver com meus olhos,
O paraíso por trás do ato de sorrir.
Se o ano novo, vier com as palavras,
Tão belas quanto as flores,
Então, estarei feliz.
Ricardo Oliveira (Poeta)
Enviado por Ricardo Oliveira (Poeta) em 01/01/2020
Alterado em 02/01/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras