Ricardo Oliveira

Escritor, Poeta, Cientista da Religião, Professor e Colunista

Textos

nº2.642 (08/01/2020)
A vida é a alegria de encontrar o amor,
Que se estabelece no peito seja como for.
E as lembranças se estendem por todos os dias,
Enquanto o ser segue o seu modo de ver as coisas.
Ah, quanta beleza nas flores do caribe,
Desvelando sua delicadeza,
Diante dos homens.
Como não enxergar esta riqueza,
Com tamanha verdade natural?
Dos versos a exalarem,
O perfume a provocar no ar.
Dizer inesgotavelmente,
Sobre as pétalas essências existentes,
É adentrar na raiz da alma,
Deixar o mais profundo dela
Beber das águas sagradas do tempo...
Desde Jasmim a Bougainvillea,
Até se encantar por um Hibisco,
Ainda tocar de forma sem igual,
O sentido das Orquídeas!
Entregar cada uma,
As pessoas de quem impressionam os anjos,
São doravante a maneira correta
De abrir as portas do universo inteiro.
Hoje, despertar-me-ei com ternura,

Querendo beijar as faces da lua,
Quando a noite se aproxima.
Quem sabe vou insistir mais um pouco,
Para ter a experiência dos olhares das perfeições.
Ricardo Oliveira (Poeta)
Enviado por Ricardo Oliveira (Poeta) em 08/01/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras