Ricardo Oliveira

Escritor, Poeta, Cientista da Religião, Professor e Colunista

Textos



NOVELA: CONSULTOR CRIMINAL - CARTAS VERMELHAS-Capítulo 3: O DESCOMPASSO DE MARK
Aproximavam-se do Studios Universal Photography, quando inesperadamente o pneu acabou furando. Mark sai do carro, abre o porta-malas, removendo o reserva. Levantou o veículo com o macaco, e enquanto ia trocando, Garcia ficava parada a um palmo de distância, vindo debochar com elegância.

Garcia:-Já era de se esperar que todas as suas brincadeiras ao longo do tempo, viesse a proporcionar tamanha realidade que observo a minha frente. Isso, mais cedo ou mais tarde-Começara a rir sem pausa.-Haveria de acontecer, só não sabia que eu..euzinha, estaria assistindo-o fazer-lo como protagonista, e em cima de um camarote.-Soltou o verbo venenoso e humorístico.
Mark:-(Virando-se um pouco para ela)-Impressiona-me muito, ser o seu princípio de ironias, e não sendo o contrário, é justíssimo.Vai! Seja eu por um dia.-Devolve o sarcasmo.

Posteriormente, com tudo terminado, então, adentraram o local dos fatos. Garcia os identificou aos policiais que faziam a proteção da área, deixando-os livres para começarem a investigação. Olhando os pormenores, já sabiam que o padrão era o mesmo, mas com um ar de novidade. Achega-se a eles o Chefe da FMP - Força Miami Policial.

Donnelly:-Que bom que atenderam o nosso chamado. Malcolm Donnelly, Chefe da Força Miami Policial.- Disse, esticando a mão para cumprimentá-los.
Garcia:-É um prazer Chefe Donnelly!-Cumprimentou-o.
Mark:-Digo o mesmo!-Cumprimentando-o rapidamente ao longe.
Garcia:- Quais são as informações sobre o caso?
Donnelly:-Chamamo-os por se tratar do serial DK, como sabem, sempre que nos depararmos com o caso, devemos nos reportar a SDI. Não temos testemunhas. O local estava totalmente fechado. Viemos a ter uma noção de arrombamento, quando recebemos um telefonema anônimo, alertando-nos. Relatou a Garcia e a Mark.
Mark:-Não puderam mesmo, verificar a voz, nem de onde falava?-Franziu o cenho.
Donnelly:-Não Senhor! É o Consultor da SDI, não é?
Mark:-Sim, sou. E ela tem um nome?-Instiga o Chefe de Polícia.
Donnelly:-Isso sim! Conseguimos no sistema, ter uma referência. É uma modelo e artista plástica. O nome dela é Hilary Cameron.-Pausa-Vou ter que ir agora, fiquem à vontade. Meus homens têm o meu contato, podem pedir a eles, se necessário.
Garcia:-Obrigada! Assumimos daqui!-Respondeu.

Com a saída do Chefe Donnelly, Mark concentra-se nas minúcias. Carter aparece para ajudar. E tudo vinha a corroborar para que o Consultor viesse a se irritar de tal forma, assustando as Agentes. E chutando com toda força o lixeiro a estar no canto esquerdo, perto da janela, mostra-se sinais de assombro.

Garcia: Mark, Calma!-Pediu, preocupada.
Mark:-Como é possível ter alguma calma, me diz?-Colocara as mãos na cintura-Não conseguimos tocá-lo. Filho da mãe! Estou cansado dessa brincadeira-Esbraveja, e logo após, abaixa a cabeça.
Garcia o abraça, na tentativa de confortá-lo, para desespero de Carter.

TODAS AS TERÇAS-FEIRAS-DISPONIVÉL APENAS CINCO CAPÍTULOS DO LIVRO-SEGUNDA DA TRILOGIA.
CONFIRAM OS CAPÍTULOS NA CAPA DO SITE
 
Ricardo Oliveira (Poeta)
Enviado por Ricardo Oliveira (Poeta) em 11/02/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras