Ricardo Oliveira

Escritor, Poeta, Cientista da Religião, Professor e Colunista

Textos


A certeza de que mentes

Quem me diz,
Que eu te procuro,
Mesmo sem ter,
A luz no escuro.
Como posso viver!
Vivendo em noites...
Cuja paz me é tomada,
Sem o meu consentimento.
Transforma-me assim:
Tocando em meu rosto.
Nada posso ser sem ti,
Vais até outro sonho.
Numa nuvem vens me banhar!
E na condição de um amor,
Que não é tão sensato,
Tomas o meu lugar.
Para não mais trazer,
A vibração do coração.
E sabiamente tens,
A urgência de me deixar.
Entretanto, é a tua simpatia,
O meu abismo insistente.
Pois quanto mais vens a mente,
Tenho a certeza de que mentes.


14.10.2016.
Ricardo Oliveira (Poeta)
Enviado por Ricardo Oliveira (Poeta) em 30/03/2021
Alterado em 30/03/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras